Canto de Coleirinha

Assim como a reprodução, cada criador possui uma técnica diferente de impor o canto em sua ave. O importante sempre é avaliar a saúde desta ave antes de forçá-la a cantar, evitar época de muda de penas, locais barulhentos, som alto (em caso de playback), macho (mestre) muito próximo e frequência de exposição do canto muita alta em um mesmo dia.

O melhor horário para ‘ensinar’ a ave é pela manhã, lembrando que em natureza é o horário de maior atividade e canto das aves, assim como no fim de tarde.

Colocar sempre a ave que irá ensinar a outra afastada da que irá aprender. É importante diminuir a frequência diária e realizar intervalos de exposição ao canto, pois o aprendizado também é um processo estressante para o animal. E sabemos que o estresse não é saudável para o animal, assim como o cansaço pela repetição e esforço do mesmo.

Lembre-se sempre que a ave não irá cantar para sempre, porém se por algum motivo ela para de cantar, alguma coisa pode estar acontecendo. Procure sempre por uma avaliação profissional e evite a automedicação.

Cantos:

Coleirinha tui tui zero zero

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade